Novas regras para os competidores. Agora tem que ser tradicional!

23:27 Iaina Estrela 3 Comments

Não costumo citar nomes nem empresas para nao criar a impressao de que é propaganda ou "paga pau", mas neste caso é inevitavel. Este post é sobre as mudanças nas regras gerais dos concuros da Yamato, que realiza as maiores competições do Brasil.
Vi muita gente expondo suas opiniões nas redes sociais e resolvi falar um pouco sobre o meu ponto de vista, mas antes uma ajuda para quem esta por fora do circuito de competição:

YCC - Yamato Cosplay Cup: competição individual com seletivas em varios estados brasileiros, e final em Sao Paulo no AnimeFriends.

YCC Internacional - Competidores selecionados em eventos de diversos países e com final também no AnimeFriends. Representante brasileiro é o vencedor do YCC nacional do ano anterior.

( outras siglas e ligas no post Sopa de Letrinhas )


CLASSIFICATORIAS
Foi o estopim das discussoes no facebook. Antes as regras diziam que nos concursos regionais a vaga para a final do YCC seria do cosplayer com maior pontuação nas categorias individual tradicional ou livre. Com as novas mudanças a vaga fica com o competidor que conseguir a melhor pontuação de desfile + tradicional. Ai começa a reclamação: e quem é forte na livre, como fica?

Bem eu gostei desta mudança por um simples motivo: vai aumentar e nivelar o nível dos competidores porque com a nota obrigatória do desfile voce TEM que saber fazer um bom cosplay. A categoria livre tem muitos competidores que usam cospobres, ou que vão mais para poder entreter do que intenção de competir, e por serem bons no show estas pessoas muitas vezes acabam pegando vagas; mas chegando na final ficavam em incrível desvantagem por não terem um cosplay forte e quebram a nota por causa do alto nível do desfile :/ chato não? Praticamente uma desvantagem automatica.
Então quem quer entrar no circuito, mão na massa porquê agora a coisa está mais tensa.

YCC
Mudaram as regras também para finais, e já foram aplicadas no YCW (campeonato de duplas) em janeiro e dizem que as mudanças também seguiram para o individual em julho.
Não tem mais peso de apresentação livre! A categoria livre tem prêmio especial e a nota final será influenciada somente pelo desfile e pela tradicional.
Chatiada... dessa eu não gostei. E até chegou a me cheirar a influência de algumas pessoas que xingam muito no twitter, mas depois de conversar com algumas pessoas eu compreendi a razão das mudanças.

A intenção foi valorizar o que é a base do cosplay (cos - fantasia, e play- interpretação) e deixar mais justa a pontuação para quem é mais tradicional ao hobby. A livre tinha um peso sobre a nota que poderia fazer toda diferença no resultado final e em algumas situações até de forma injusta.

Ok, até ai entendido, mas e a livre? Uma característica tão forte do cosplay brasileiro, que enche a frente do palco mais do que a tradicional, que é o motivo de comentários  e risadas por um longo prazo. Somos conhecidos pela criatividade, e parte está na capacidade de parodiar, e isso não deveria ser colocado de lado assim.
Acredito que neste caso a melhor solução teria sido diminuir o peso da livre na nota final, para 20%, 10%, algo não tão significativo mas que incentive pois pode ajudar na nota ou servir como desempate.
Eu estou rezando para que não vire bagunça e os cosplayers que não tem a livre como ponto forte subam no palco para fazer qualquer coisa porcaria só para constar e cumprir regulamento, espero que todos continuem a se esforçar para fazer um bom show mesmo assim.

YCC INTERNACIONAL
Para este eu já tenho uma opinião diferente. Super justo tirar a categoria livre porque nos somos o único país (que eu saiba, me corrijam se estiver errada) que tem livre como categoria em um concurso regular.
Não estão acostumados com as peripécias e maluquices que inventamos para agradar o público, não sabe o que é novo ou batido, e de quebra passar sobre a barreira da língua; vamos combinar que piada de apresentação cosplayer com legenda é uma mer***.
Temos pessoas de vários países com várias culturas que talvez não saibam como fazer um texto de entretenimento para brasileiros, fica mais difícil ainda se estiver fazendo uma comédia, nós já sentimos nossas diferenças regionais, imagine trocando o país? Então tá tudo bem tirar a livre da nota do internacional... mas vou fazer a minha bem feita do mesmo jeito viu.

Bem, é isso. Mas antes de ir deixo um video de uma das melhores livre que já vi. Desculpas para quem não entender, vai ter que ir catar video dos últimos WCS Brasil pra entender as referencias.



3 comentários:

  1. Eu fiquei bastante chatiado com essa mudança, sempre fui competidor de livres, e grande apreciador tambem e com as novas regras me sinto um pouco "alejado".
    Os niveis das livres vai despencar absurdamente, e provavelmente extinto em breve. Competidores como os que foram as redes sociais reclamar da categoria, que tem pouco tato para a comedia, que já faziam algo apenas para comprir o figorino nem ao menos tentaram se esforçar daqui para frente, vai ser uma dancinha e olhe lá.
    Fico triste como apreciador, que perderemos uma parte importante do espetaculo e uma caracteristica nacional tão marcante como a comedia.
    E gostaria de lembrar que a comedia,que em conjunto com o drama, faz parte das bases do teatro.

    ResponderExcluir
  2. INA! EU TO RINDO ATÉ AGORA COM ESSA LIVRE AÍ!
    "ME MOSTRE O POC"

    Achei interessante a mudança de regras. Se voltar seletiva pra cá, é capaz de eu tentar. :3

    ResponderExcluir
  3. Poxa que chato! Como podem mudar a regra baseado nessa justificativa pífia.
    Sem sentido tem tanta coisa legal no livre, o tradicional tem cosplay's maravilhoso muito bem trabalhados e caros.Mas as apresentações dos livres é que são os mais esperadas, todo mundo vai lá para ver o tetris e o texto modificado do seu personagem favorito ou um personagem que é super serio dançar algo ridículo. CHATEEI !!!

    ResponderExcluir